“Humor”, sátira e sensacionalismo no jornalismo brasileiro são tratados no Periscópio da Mídia

CQC volta à pauta com ameaça da produtora Quatro Cabezas de sair da Band com seus produtos, enquanto um programa policial da Paraíba mostrou cena grotesca e causou pedido do MP para cassar concessão da afiliada da Record. O problema é bem maior que o Rafinha Bastos.

A mídia continua a falar sobre o assunto e o programa da Rádio Unisinos 103.3 FM “Periscópio da Mídia – a indústria da comunicação social de cabeça para baixo” foi “obrigado” a voltar a comentar na última quinta-feira (14). Numa semana, Rafinha Bastos pediu demissão da Band e surgiu boato que a produtora do formato poderia sair da emissora. Independente das devidas críticas, é importante lembrar que ambos, programa e apresentador, teriam espaços em pelo menos outras duas empresas de televisão.

Os problemas específicos da Indústria Cultural no Brasil são reflexo da falta de uma regulação contemporânea, especialmente do setor do audiovisual. O exemplo mais atual desta necessidade é a ação do Ministério Público Federal para que a União casse a concessão da TV Correio, afiliada da TV Record na Paraíba. Após anunciar o assunto durante todo o programa policial Correio “Cidadão”, a emissora veiculou imagens de uma menina de 13 anos sendo estuprada. Como se a cena não fosse tão absurda, o programa passa no horário do almoço…

Para começar o segundo bloco, um áudio com a opinião de quem faz telejornalismo e radiojornalismo. Em entrevista ao programa de entrevistas “Agora é Tarde” (também produzido pela Quatro Cabezas na Band), Ricardo Boechat afirmou que o telejornal seria o programa que menos mudou nos últimos 30 anos, sendo muito careta.

Por fim, a última decisão judicial sobre a ação da Folha de S. Paulo contra o blog Falha de S. Paulo derrubou vários argumentos da empresa contra os blogueiros responsáveis, cujo espaço só não voltou ao ar por conta de uma promoção da revista Carta Capital, cujas assinaturas seriam pagas pelos responsáveis pelo site. Numa reunião de conciliação, a advogada do jornal “ofereceu” em troca da permissão de volta ao ar do blog a retirada de toda a sátira dele, fontes, logomarcas e imagens utilizadas pelo jornal.

NOVIDADE!!! – Como o programa não para nem no intervalo, segue um link com uma discussão que não foi ao ar, sobre a importância da educomunicação, tendo como perspectiva a regulação dos meios de forma geral: http://migre.me/5Vpg7.

Para ouvir/baixar o programa desta quinta-feira, acesse o seguinte link: http://migre.me/5Vp9Z. Além disso, se quiser nos ajudar construir o próximo programa, tecer críticas e/ou elogios, entre em contato através do Twitter (@PeriscopioRadio) ou por e-mail (periscopiodamidia@gmail.com).

PROGRAMA

O “Periscópio da Mídia – a indústria da comunicação social de cabeça baixo” é produzido e apresentado pelo Grupo de Pesquisa Cepos, que está vinculado ao PPG em Ciências da Comunicação da Unisinos-RS e é coordenado pelo professor Valério Cruz Brittos. A Capes, o CNPq, a Fundação Ford e a FAPERGS são as entidades que apoiam este projeto – após aprovação em editais.

O programa é transmitido pela Rádio Unisinos FM 103.3 e pelo site http://www.unisinos.br/radio todas as quintas-feiras às 20h, com retransmissão às 21h do domingo.

O Periscópio também é distribuído por e-mail para ser ouvido e baixado pela Internet, podendo ser retransmitido em rádios comunitárias e livres de todo o Brasil.

Para ouvir e/ou baixar o programa desta semana, basta acessar o seguinte link: http://migre.me/5Vp9Z

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s